Foto: Freeimages

Sentiu uma pontada na barriga, como se fosse uma… cólica? Em primeiro lugar, calma, é normal! Queixa comum nos consultórios médicos, o sintoma geralmente está relacionado ao crescimento uterino, que se expande mês a mês. Se a dor for leve e passageira, especialmente no começo da gestação, está tudo bem. De qualquer forma, comunique ao seu obstetra sobre o desconforto e fique atenta a outros sinais.

Em alguns casos, entretanto, a cólica na gravidez pode ser consequência de algo mais grave. Sendo assim, quando as dores são mais fortes, a ponto de incomodá-la, é provável que o médico indique alguns exames para descartar problemas como infecções urinárias e intestinais. Nessas situações, o especialista também costuma recomendar medicamentos anti-espasmódicos com o intuito de relaxar o tecido muscular pélvico e inibir as dores.

Outras medidas ajudam a aliviar o desconforto, como repouso (por acalmar a musculatura da pelve), atividades físicas e massagens, pois reduzem os inchaços e preparam o corpo para “suportar” a evolução da gravidez até o parto. Além disso, manter um cardápio equilibrado, com bastante ingestão de líquidos, favorece o processamento dos alimentos e evita os temidos gases – o que, por consequência, inibe também as cólicas abdominais. Se possível, melhor reduzir o consumo de frituras, massas, doces e leguminosas, pela mesma razão. É importante ressaltar que todos os procedimentos devem ser liberados pelo obstetra do pré-natal e acompanhados por um profissional ou especialista na área.

Mas se você sentir pontadas muito fortes e as dores não desaparecerem nem com medicamentos ou vierem acompanhadas de outros sintomas (como sangramento vaginal), procure imediatamente um pronto-socorro para se certificar de que está tudo bem com o bebê. Nesses casos, é importante não perder tempo para evitar riscos maiores, como parto prematuro ou aborto.

Por fim, uma curiosidade sobre as cólicas: elas podem persistir após o parto. Isso acontece porque a contração do útero, no pós-parto, ajuda o órgão a voltar ao seu tamanho original, de antes da gravidez. Mais uma vez, não se assuste, faz parte de todas as transformações que o corpo passa para gerar o seu bebê!

Fonte: iT Mãe



2016 © Copyright - Dr. Domingos Mantelli        

tel: 11 3051.3740 / (11) 3385-9797 | cel: 11 96101.8888

Dr. Domingos Mantelli | Ginecologista e Obstetra
CRM-SP 107.997 | RQE 36618

Design by formulaideal