Foto: JOANA LOPES/SHUTTERSTOCK

O corpo da mulher gestante começa a se preparar para o parto com ajuda das contrações. Algumas mulheres, inclusive, percebem um endurecimento da barriga no momento pré-parto, fenômeno que acontece porque o útero está contraindo e relaxando ao mesmo tempo com o intuito de ajudar a abrir o colo do útero e empurrar o bebê para o canal de nascimento.

O que são as contrações de Braxton-Hicks?

Ainda que muitas mulheres consigam ter dilatação suficiente para o trabalho de parto, são as contrações as grandes responsáveis pela expulsão do bebê na hora do nascimento. Porém, existe um tipo de contração “falsa”, conhecida como Braxton-Hicks, que precisa ser diferenciada das contrações de parto.

Normalmente, as contrações do trabalho de parto causam desconforto, dores nas costas ou no abdômen, além de fazerem pressão na região pélvica. Já as contrações de Braxton-Hicks são aleatórias, e não chegam a pegar ritmo. São esporádicas, não têm padrão previsível e geralmente param, se a grávida descansar ou trocar de posição.

Segundo o ginecologista obstetra, Domingos Mantelli, é comum a grávida sentir as contrações de Braxton-Hicks durante a segunda metade da gestação. “Para a gestante pode ser difícil diferenciar as contrações, principalmente se elas acontecerem próximas à data prevista para o parto”, afirma o especialista.

Por isso, o médico lembra outra dica importante para reconhecer se a gestante estiver entrando em trabalho de parto: as contrações verdadeiras sempre se tornam mais demoradas, fortes e com intervalo cada vez menor entre elas.

Fonte: Vix



2016 © Copyright - Dr. Domingos Mantelli        

tel: 11 3051.3740 / (11) 3385-9797 | cel: 11 96101.8888

Dr. Domingos Mantelli | Ginecologista e Obstetra
CRM-SP 107.997 | RQE 36618

Design by formulaideal